você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

nmon - Monitoração de desempenho de sistemas GNU/Linux

Colaboração: Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 27 de maio de 2013

Quando queremos observar o desempenho de nossos sistemas GNU/Linux, o aplicativo usado com mais frequencia é o top. Entretanto, o comando nmon oferece uma interface mais intuitiva e fácil de usar.

Ao analisarmos o desempenho de um sistema, precisamos levar em conta diversos componentes, como memória RAM, acesso a disco, CPUs, acesso à rede, dentre outros.

Para invocar:

% nmon

A tela inicial exibe as opções disponíveis:

O uso é bastante simples, basta digitar a primeira letra do componente que desejamos avaliar. A letra c, por exemplo, exibe informações sobre uso de CPU, a letra d exibe informações sobre o acesso aos discos rígidos, m exibe informações sobre memória, e assim por diante.

O mais interessante é que podemos exibir informações sobre vários componentes ao mesmo tempo. Na tela abaixo o programa nmon está exibindo informações sobre as CPUs, memória e uso de disco.

A tela de ajuda do sistema pode ser invocada a qualquer momento, basta digitar a letra h. Consultamos então a informação que buscamos e para remover a tela de ajuda basta digitar a letra h mais uma vez.

Tem mais, os dados podem ser gravados em um arquivo csv para análise posterior e captura de dados em períodos mais longos. Os dados podem ser importados em uma planilha para análise, criação de gráficos e qualquer tipo de estudo que se deseje realizar.

Para fazer a captura dos dados, podemos, por exemplo, emitir o seguinte comando:

nmon -f -s2 -c 30

A diretiva -f indica ao programa nmon que os resultados devem ser gravados em um arquivo e para não exibir a interface gráfica. A diretiva -s2 indica que os dados devem ser capturados a cada dois segundos. Finalmente, a diretiva -c 30 indica que serão feitas 30 coletas de dados. Neste caso específico, o programa nmon será executado por 2 x 30 segundos (60 segundos) e então encerrará.

O arquivo gerado é bem simples, no formato texto, com os dados separados por vírgulas. A palavra no início da linha identifica o dado coletado.

NET,T0029,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,
NETPACKET,T0029,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,
JFSFILE,T0029,32.3,0.0,0.1,0.0,0.8,52.9,-nan,-nan,4.3,15.1
DISKBUSY,T0029,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0
DISKREAD,T0029,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0
DISKWRITE,T0029,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0
DISKXFER,T0029,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0
DISKBSIZE,T0029,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0,0.0
ZZZZ,T0030,14:27:48,27-MAY-2013
CPU01,T0030,1.0,0.0,2.0,97.0
CPU02,T0030,4.0,4.0,0.0,92.0
CPU03,T0030,6.0,0.5,0.0,93.5
CPU04,T0030,4.0,0.5,0.0,95.5

Referências



Veja a relação completa dos artigos de Rubens Queiroz de Almeida